Tuesday, August 02, 2005

sem exageros dessa vez

me parece que o certo mesmo é não criar expectativas,
assim, se algo de bom acontecer é surpresa
e, se não acontecer, não se sofre nada.
é um caso a se pensar.

não é que tudo não aconteça como eu quero.
nem poderia.
mas eu admito que sou uma pessoa que conta as frustrações.
e são várias.
sinto que não espero tanto assim das pessoas e do mundo
e o pouco que eu espero, às vezes, não vem.
e o pior é que era justamente do que eu não queria abrir mão.
complicado isso.

mais complicado ainda é quando você quer se fazer entender e não consegue.
como você explica estar feliz demias por um lado e absurdamente triste de outro
pra alguém que não é você mesmo?

o pior de tudo é que eu descobri que sou invejosa.
mas acho que ainda não cheguei ao ponto das vilãs das novelas.
mas sou.
agora já sei o que responder nas entrevistas de emprego quando perguntam:
qual a característica que você menos gosta em você?
eu sinto aquela inveja de querer ser tão admirada quanto a minha irmã,
tão inteligente quanto meu pai, tão dedicada quanto a mariana e por aí vai.
daqui a pouco vou querendo ser todo mundo menos eu.

queria parar de roer as unhas de vez.
e ser mais corajosa e menos criança.
ter mais juízo pra umas coisas e menos pra outras.
queria ter força pra exigir mais. me impor.
eu nunca faço isso, já notou?
eu nunca digo que algo tem que ser assim ou assado.
e acaba não sendo.
e quando eu digo, me sinto mal.

na verdade, na verdade eu descobri que sou refém da vida.
meu maior medo é que ninguém me ame incondicionalmente.
incondicionalmente é um negócio muito grande.
eu amo algumas pessoas assim, mas admito que dói o suficiente
pra quase desistir, mas eu fico só no quase.
enfim, a qualquer momento todo mundo pode me abandonar
ou pior alguém pode me abandonar e todos os outros não vão importar nessa hora.

esse negócio de 'eu queria sumir' é muito sem graça.
eu não queria sumir, eu queria só mudar completamente a minha vida,
o que é bem mais fácil mas implica em processos pelos quais não sei
se quero ou devo passar. talvez eu nem passe, estanque de vez.
nunca fui muito bem em prova ou teste relâmpago e como eu me conheço
sei que quando eu decido mudar ou é jánessesegundoapartirdeagora ou
não vai pra frente, então, sinceramente, não sei.

não sei mesmo.
meu pai sempre disse que o importante é tentar ser o melhor que dá.
mas é que o melhor que dá é tão relativo.
por exemplo, o meu melhor que dá hoje é péssimo, nem queria me ver.
eu sou tão difícil assim de lidar?
acho que algumas pessoas me subestimam.
eu só queria que as coisas fluissem bem, sempre faço tudo pra isso acontecer.
mas não depende só de mim. so..

9 Comments:

At August 02, 2005 , Anonymous Amorais (que nao significa sem moral) said...

Uma pessoa eh formada por muitas variaveis que escolhidas para formar um carater, formam um carater variavel. Mas talvez a indole basica de cada ser humano seja mais determinante que essas influencias. Vc eh resultado de variaveis muito interessantes e com uma indole tao marcante formam um pessoa que eu nunca vi igual.

Pra mim, vc eh uma Mosqueteira, um(a) por todos e todos por um(a), trazendo paz ao mundo atraves da espada. Incendiaria, so consigo ver a Foguinho agindo, nada de esperar pra essa moca. A noite celebra nas tavernas e de dia mata os dragoes. Vc nao tem achado o caminho ate a sua guerreira?
Pode ser que eu nao lhe conheca muito bem, fruto de quem lhe ve apenas pela janelinha do MSN, mas a ideia da Joana "Samaninha" D'Arc eh otima! :D


P.S. Eu tb roia as unhas, roi a infancia inteira, um belo dia acordei curado, nunca mais roi. Acho que devo ter me livrado de algum trauma pra poder parar. O bom eh que eh so eu me livrar de mais 67 manias que fico uma pessoa normal! ;P

 
At August 02, 2005 , Anonymous Ciro said...

=/
'i care'

 
At August 02, 2005 , Anonymous Anonymous said...

...

 
At August 02, 2005 , Blogger Georgia said...

Sinceramente? Adoro ler seus textos, mas vamos ao que interessa.
Eu procuro nao criar expectativas, mas sei la, algumas vezes sao inevitáveis e voce sofre, né? E um prof., quase guru, disse: "o que marca mesmo é a dor e nao a alegria".
Não acho que voce sinta inveja...é outra coisa que nesse momento está faltando a palavra, ta? Mas voce deveria tentar sempre ser voce mesmo e pronto. Voce é maravilhosa desse jeito.
Ah, quanto a deixar de roer as unhas...Hahahah..Eu tbm roia sabe? Mais algo parecido né? Deixei de roer no 2o ano. Tomei uma decisao, ainda roi algumas vezes, mas faz anos que nao roo. E muita coisa parecida, meu deus...
Eu era a favor de sumir até um tempo desse, mas resolvi que fugir é tao mais legal. Voce vive outra vida e nao pensa nos problemas anteriores. Só nao resolve porra nenhuma, mas pelo menos nao ha estresse.
Sair pra conversar? E descobrir como somos parecidas, quase-siamesas?

Deviamos criar um blog juntas, ninguem ia reparar a diferença né?
Bjao...saudades, qq coisa grita viu?

 
At August 04, 2005 , Anonymous bia said...

a cada leitura dos teus textos eu posso ver nitidamente as semelhanças entre nois duas... não tem NADA que você escreveu ai que eu não sinta...
eu tento taaaanto não criar expectativas, mas é bem mais difícil do que se imagina! beeeem mais.... porque é uma coisa que quando você menos esera você já criou. é que nem quando você dá um presente a alguém, claro que vocÊ espera que a pessoa goste! você compra pra isso! faz tempo que eu tento.... nem sei se tive algum resultado.... :~~~

bjus sam!
a vermelha!
:P

qquer coisa tô aqui cocota!
;***

 
At August 04, 2005 , Blogger le0 said...

eu botei o resto das fotos que a nica tirou, ta tudo la agora, agora tem mais fotos sua, mas nao tem eu com voce

 
At August 04, 2005 , Anonymous Lore said...

Todo mundo, no fundo, tem um pouco disso... alguns admitem, mostram, deixam transparecer, falam, mas outros vivem de aparências, do não mostrar, do não querer encarar, do se enganar.
A gente vive melhor qdo olha pra dentro de si e reconhece realmente o q é. E olha q isso é muito difícil, hein!! Pq? Pq dói, profundamente. Pq é mais fácil ser superficial. Tem que ter muita coragem pra admitir. Depois é só aprender a se conhecer mais e crescer com os tropeços. Quem não arrisca, não vive. Cada um é do jeito q é, não é por acaso. Todo tempo é tempo. Ser autêntico é o que há!! Um grande passo para a felicidade, pois esta está dentro de cada um. Um dia a gente se encontra, se acha! Vamos a luta??!
Bjo grande :***

 
At August 08, 2005 , Anonymous Sora_ya said...

Desculpa não ter falado direito contigo naquele dia no braseiro?Eu tava meio distante.Você me pareceu ser uma pessoa bem legal.E,não sei se você acha isso bom ou ruim,mas também me identifiquei com o seu texo.Outro dia também descobri que eu sou invejosa.A propósito,você tem uma caracteristica maravilhosa,eu que queria ser extrovertida tão naturalmente,como você é!;)

 
At September 11, 2007 , Anonymous Anonymous said...

pus no google: "descobri que sou invejosa" para ver se + alguém, assim como eu estaria angustiada com isso e deparei-me com sua página, gostei muito de a ter lido pois que tenho sentimentos como o seu, e tb gostaria de me sentir especial, ao menos para uma pessoa... senti muita simpatia pelo teu jeito de ser, que é único sim, apesar d mtas pessoas terem os mesmos sentimentos e assim percebi que todas as pessoas são únicas e acho q ser especial para algém naum depende do que somos, mas do que fazemos pelos outros, vc se tornou especial para mim, pois expondo-se, vc fez me sentir q não estou só nestes problemas, se eu pudesse teria uma amiga como vc, mesmo q sentisse inveja de mim :) eu naum ligaria e tb ia procurar naum te invejar hehehe Tudo de bom pra vc, desejo muita felicidade, pois vc é legal.
Assinado: Tati

 

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

Links to this post:

Create a Link

<< Home