Thursday, April 07, 2005

para um menino com um peão

Porque você é um menino com um peão e tem uma voz que ecoa pelos 4 ventos, eu lhe prometo tudo no mundo, salvo se você não quiser, o que, aliás, você não vai nunca porque você acorda cedo e tem muito trabalho e a memória falha. E porque você é um menino com um peão e já brigou na rua e ficou todo surrado por besteira. E porque quando você sonha e nunca lembra com o quê eu me sinto igual à música do kid abelha (seu espião) mesmo sem ser ciumenta. E porque quando você começou a gostar de mim procurava ser o mais sutil e mesmo assim o receio não deu jeito. Até porque, comigo aconteceu exatamente a mesma coisa. E porque você tem um rosto que passa imagem de raivoso, e quando solta o cabelo ele fica maior que o meu, e é impaciente e bruto sem ser um cavalo batizado. E porque você é um menino com um peão, eu lhe predigo muitos anos de felicidade, pelo menos até eu ficar velha: enquanto minha presença for companhia agradável e não um fardo pesado. E porque você é um menino com um peão e tem um andar de quem nunca tem nenhuma urgência, e porque quando você canta não tem que não te ouça e você treina e treina, e passa boa parte do tempo tentando decorar as letras e os tempos. E porque você tem um pincher que é o cachorro mais feio e chato do mundo mas eu acabo gostando dele e quando fica triste tem pensamentos nostálgicos e chora e vai dormir pro dia passar logo. E porque você é um menino e gosta muito de computador e quer voltar a jogar basquete (eu vou vou ser cheerleader) e não enjoa de conversar comigo nunca, aliás, os assuntos vêm sei lá de onde. E porque você é um menino apesar de ficar se auto entitulando de idoso e quando eu faço mistério você fica angustiado de tanta curiosidade até eu revelar uma besteirinha qualquer. E porque você é um menino com um peão e cativou meu coração e adora suco de graviola, eu lhe peço que me sagre sua constante e fiel dama. E sendo você um menino com um peão, eu lhe peço também que nunca mais me deixe sozinha, como nesses últimos meses em que a gente não se viu; fica tudo uma rua silenciosa e escura que não vai dar em lugar nenhum; os móveis ficam parados me olhando com pena; é um vazio tão grande que os outros nem ousam me amar porque dariam tudo para ter uma menina véa penando assim por eles, a mão no queixo, a perna cruzada triste e inquieta e aquele olhar que não vê. E porque você é o único menino com um peão que eu conheço, eu escrevi um versinho tão bonito para você, "naive", a fim de que, quando eu morrer, você, se por acaso não morrer também, fique deitadinho na cama olhando pra cima e, lendo devagar e várias vezes aquele pedaço em que eu digo que não seja tão bom para que não seja tão pouco, que seja só o suficiente pro resto da vida. E já que você é um menino com um peão e eu sou assim também fã do passado, da infãncia que não volta, de peão, carrinho de rolimã e pipa eu te digo que o futuro a Deus pertence, mas se fosse meu eu fazia assim o tempo todo, pra me inspirar a escrever sobre as coisas bonitas, pra que eu não veja a imagem e sim o sentido, pra que eu não escute as palavras, mas sim saiba o que você quer, sobretudo porque você é um menino com um peão.
.
nem acredito que eu fiz isso. peguei o texto lindo do vinícius de moraes (para uma menina com uma flor) e adaptei. quando vi já tinha começado e tava perto da metade, melhor terminar. e agora? agora deixa. eu tentei.

3 Comments:

At April 07, 2005 , Anonymous Anonymous said...

Tentou certo...
Palavras não cabem agora...
Mas gestos caberiam perfeitamente...
:~~
;******************

 
At April 07, 2005 , Blogger Georgia said...

Eita...ta apaixonada hein??? :)

 
At April 08, 2005 , Anonymous Anonymous said...

A GIRL WHITH A POISON ROSE E O MENINO COM UM PEÃO!!!
PAR PERFEITO!!!

 

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

Links to this post:

Create a Link

<< Home