Sunday, September 17, 2006

denovo? i'm afraid so.

ai, novamente os ciclos.
agora já me dei conta que até o ato de reclamar sobre os ciclos tem ciclo. minha nossa, onde vamos (eu) parar?
e 'minhas' músicas também vão e voltam.
acho que já postei 'sapato velho' por aqui ou alí.
toda vez que escuto me dá uma coisa (não sei definir se boa ou ruim).
queria saber porque é que minha angústia se expressa com sorriso e gesto demais.
nem parece angústia e ansiedade. e quando o pessoal me diz que eu "tô impagável" eu só posso concordar. queria era um abraço de aquietar.
ontem a altifalante lançou cd, ficou lindo, lindo.
as músicas são simples e tocantes, do jeito que precisam ser.
trechinhos que eu mais gosto (inclusive um de música que eu ajudei, pra vocês poderem me ver expressando lém de gesto):

"tua falta tá sobrando" (por perto)

"ele era um
ela era outra
ele via zoom
ela via dutra
ele olhando a lua
ela pé no chão
ela é poesia
todo dia ele faz canção" (o feijão e o sonho)

"você diz: vida em risco não deve ser tão livre assim.
é só sinal de início de tristeza que não vai ter fim." (pressentimento, essa é a minha)

"acalma a batida, resolve a tua vida.
quero escrever teu refrão na saída, em paz" (para helena)


gosto nem de refletir muito sobre essas letras não.
tem outras e tem um bonus track da dead poets, disaster, é linda.
e mário quinderé cantando.
e regis damasceno que produziu.
só podia ter ficado muito bom.
né?

0 Comments:

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

Links to this post:

Create a Link

<< Home