Monday, September 11, 2006

not the only one.

caramba.
tem as pessoas no mundo.
bilhões, cara.
e você se sente só na companhia de umas 20 que não fazem efeito.
só.
aí, de repente, até uma música ou texto bem escrito te dá calma e alivia a angústia.
incrível. sei não. dá pra trocar gente por música e texto?
(sim, sim, estou numa fase irônica-cética-sarcástica-direta-impaciente da vida, eu sei).
.
.
No meio desse mundo louco, a gente se depara com umas figuras interessantes. Figurinhas repetidas, mas ainda interessantes. Eu sou romântica, não nego esse fato, e isso me leva a dar um voto de confiança pra muita gente, apesar dos tombos que a vida já me deu.
Mesmo assim não deixo de me surpreender com “esses” figuras. Aprofundando o assunto, já deu pra perceber que falo deles. É sim. Daqueles lá. Os próprios. Famosos idiotas. Existe um em cada esquina, mas o bacana dos exemplares dessa raça é a enorme capacidade de MIMETISMO. Lembra das aulas de biologia, lá na escola, quando a professora te ensina sobre os animais que se passam por outros, que FINGEM ser o que não são, só para disfarçar e alcançar seus objetivos? Ela só não te contou que os idiotas também são assim. Deve ser pra não assustar as criancinhas. Então a gente cresce e aprende na marra.
O disfarce predileto deles é o “Eu sou pra casar”. Esse é clássico! O processo é progressivo e poderia até ter representação gráfica. Ele te elogia (óbvio) dos pés à cabeça. Cada dia um elogio mais fofo, delicado e criativo (pelo menos nesse período inicial...). Você adora ler o Fulano de Tal. E não é que ele já leu TODOS os livros dele? É destino, só pode! (você pensa com seus botões). Aquele cd que você está procurando, ele leva na sua casa, junto com uma caixa de nhá benta da konpenhagem (que por acaso é a sua favorita...) e ainda tem um bilhetinho lindo te desejando bom proveito (ele é tudo de bom, não é?). Mais tarde liga pra saber se você gostou. O que nem precisa pensar muito pra responder, já que a essa altura você já está pensando se seus filhos terão seu cabelo e os olhos dele ou vice-versa...
O primeiro encontro foi sair pra jantar, CLARO... Num restaurante lindo, com uma luz mais baixa, não tão movimentado, sem badalação e pessoas conhecidas pra atrapalhar a noite (suspeito isso, não?...), além de um bom vinho (escolhido a dedo na carta de vinhos que ele conhece in-tei-ri-nha!). Nesse momento você já amarra um pesinho no seu pé, pra não sair flutuando por aí, porque isso deve ser um SONHO. Unindo o útil ao agradável, o cara é lindo, alto, tem aquele corpo de deus grego, é todo saudável, sabe cozinhar, faz sua sobremesa predileta (que é a coisa mais fácil do mundo, mas ainda assim é lindo isso), tem um sorriso delicioso, ri das suas piadinhas sem graça, abre a porta do carro pra você entrar E PRA SAIR (existe isso ainda? Alou?), é todo educado, te olha nos olhos, te acorda de manhã com uma mensagem linda, liga terça a tarde pra ouvir sua voz, chama pra viajar num final de semana que nem tem feriado perto, e só pra completar, é solteiro de verdade!
Pára o mundo que eu quero descer! (Essa frase merece um destaque só pra ela!)
Perfeito disfarce de “Eu sou pra casar”. Pena que até você descobrir que filhote de tatu com cobra é vira-lata, já planejou a festa de NOIVADO e toda a família ficou sabendo que você encontrou o homem da sua vida. Depois ele começa a diminuir a freqüência de ligações matutinas, não pode mais sair sábado com você, tem FESTA DE FAMÍLIA toda sexta-feira (e são muito chatas, por isso ele não pode te levar, viu?). Nesse ponto do gráfico, o pico já passou e a curva vai descendo vertiginosamente. Até que ele só passa a te ligar pra dar boa noite (enquanto sai com a outra (a vaca gente, do texto anterior, ela mesma), que ele já bajulava enquanto estava com você) e as conversas passam a ser técnico-científicas (trabalho, e só!).
Olha, muitos animais praticam mimetismo, assim, naturalmente, borboletas-folha são um ótimo exemplo, mas pelo menos até onde sei, é só pra DEFESA.
Ó, o que seria do mundo sem a distorção dos valores...........

0 Comments:

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

Links to this post:

Create a Link

<< Home