Wednesday, March 09, 2005

my dear diary

ontem eu parecia que tinha enviuvado recentemente. cheguei em casa mais cansada que o normal. e não sei porque, apesar do cansaço resolvi que ia mudar tudo, tudo mesmo.
é sempre bom começar pela cozinha. e lá estava a última louça para lavar. lavada ficou. e aí também apaguei o recado que tinha na porta da geladeira. antigo. passado.
depois a sala. a sala tem que estar sempre arrumada. é o cartão de visita da casa. se a sala está arrumada, está tudo bem. é só fechar as outras portas. ao organizar os cd's, resolvi mudar também a ordem (eu sempre teimo em escutar os mesmos cd's, esquecendo dos outros), escondi os vícios e coloquei os esquecidos bem na frente.
na sala tinha um painel com fotos, e eu sempre ficava alternando as fotos ali expostas. tirei de lá.
água nas plantas e folhas secas arrancadas. pronto. sala ok.
comecei a ficar com dor de cabeça quando notei que o próximo compartimento a passar pela faxina era o meu quarto. e eu odeio arrumar o meu quarto à noite. aliás, eu não gosto nem um pouco de arrumar nada à noite, mas já tinha começado, agora vai tudo.
meu quarto estava como eu. uma desordem só. impossível de se olhar e ver algum sentido naquela bagunça. meu quarto não tem muitos móveis. só tem a minha cama, um criado mudo, um outro armariozinho pequeno, um cabide pras bolsas e uma arara tipo de loja pras roupas. até porque não cabe mais nada. quando eu digo que tem flying thoughts demais lá, ninguém acredita. eu vou juntando tudo e pensando e falando sozinha. e as palavras vão ficando lá. a pior parte foi rasgar fotos. eu sempre fui contra rasgar fotos. são momentos presos no tempo. foto é algo incrível. eu me surpreendo até hoje com isso. vocês já viram uma foto se revelada? todo mundo precisa disso na vida. enfim. o critério era o seguinte: se eu olhasse pra foto e lembrasse de algo bom, ou desse um sorrisinho, ok, essa fica. todas as outras, lixo. o mesmo com papéis e mais papéis (eu escrevo muita coisa, e muita coisa é besteira). eu tava cansada de olhar pros cantos e ficar triste. notei que eu perco muito tempo arrumando as roupas. quem trabalhou em loja a vida toda fica meio metódica demais com cabides, e tamanhos e cores. mas eu até que arrumei tudo rápido. enquanto arrumava, e jogava mil coisas materiais fora, joguei também algumas idéias, tive outras pra por no lugar, reclamei, quase choro, e foi. aí, depois de tudo arrumadinho, roupas pra lavar, roupas pra passar, coisas pra devolver, tudo separado, lençóis trocados e quarto limpo, vi que a casa tava limpa e eu imunda. minha vez.
banho mais longo que o normal e frio. aí arrumar as tralhas é a melhor parte. todas as caixinhas de brincos, anéis e etc no chão. joga tudo uns por cima dos outros, faz uma bagunça maior ainda, só pra ter o prazer de arrumar. mais coisas pra jogar fora. tanta coisa velha que eu tenho mania de guardar. pois é. depois, comida e sono. eu dormi o sono dos justos e acordei exatamente como dormi. não movi um fio de cabelo. e até esqueci de me cobrir com a colcha. eu nunca durmo sem a minha colcha.
durante todo o tempo eu estava em casa, sozinha, querendo que alguém chegasse, ou ligasse, alguém alguma coisa. mas eu sabia que não existia essa possibilidade. ou até existia, mas era remota demais pra se prender a ela.
ah, entre uma ida e uma vinda, eu liguei a tv e tava no big brother. coitada da aline, 95% de rejeição. cara. começo a pensar seriamente se eu sobreviveria a isso. é, porque você não vota pra alguém ficar, você vota pra alguém sair. é rejeição mesmo. what's wrong with you people? a natália foi que fez uma brincadeira legal quando ainda estava lá, morrendo de medo do paredão: já pensou, 'fulano, você acaba de sair com 100% dos votos, nem a sua mãe ligou para que você ficasse'. eras. Deus me livre e guarde.
ah, mais uma coisa, top 2 músicas pra dançar em casa sozinha dando uma de doida: virtual insanity do jamiroquai e just the two of us, al green.

4 Comments:

At March 09, 2005 , Anonymous Anonymous said...

"the blue lights are falling
night is warm
came down with a promise
I have my best shirt on
I lower myself now
it is a way to forgot
of last year's failure"

 
At March 12, 2005 , Blogger Georgia said...

Odeio arrumar meu quarto...ai ai ai...e nao consigo rasgar fotos e nem papeis (cartas, desabafos, qq coisa desse tipo) fora...;/

 
At March 17, 2005 , Blogger ? said...

em relação à parte de rasgar as fotos: tu aparenta ser corajosa, na falta de um adjetivo melhor.

em relação à parte das duas músicas, eu concordo demais.

:)

 
At April 06, 2005 , Anonymous Anonymous said...

Preciso de você sempre!!!
Pago qualquer diária...
pra você arrumar meu quarto ou arrumar conversas ou arrumar mais um motivo pra eu sorrir...
Eu não sorrio fácil!!!
Como diria Manoel de Barros: "Eu tenho um ermo dentro do meu olho"...
Vou te convidar pra arrumar o que me falta!!!
Beijos
Da prima que parece com você, mas é menos corajosa

 

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

Links to this post:

Create a Link

<< Home