Sunday, December 24, 2006

have yourself a merry little christmas

pessoas bonitas,


tenho recebido ao longo desta semana e-mails, scraps, mensagens de celular e tudo mais de pessoas queridas falando sobre o natal, o seu espírito e muitos desejos de coisas boas. adorei todos e fiquei muito feliz (e boquiaberta) ao ler alguns relatos e linhas de pensamentos de pessoas queridas, pois descobri que pensamos igual.

para mim o natal tem essa mágica, essa de compartilhar alguma coisa com alguém(ns) que você gosta. pode ser a data pra você falar com aquela pessoa que você quase não fala, e só fala duas vezes no ano, justamente natal e aniversário, pode ser a data pra abraçar mais, pra ir feliz (ou não) pro shooping lotado porque mesmo sendo chatíssimo você quer porque quer comprar nem que seja só uma lembrancinha para determinadas pessoas e ver o sorriso crescer enquanto o pacote se desfaz, pode ser a data do ano em que você se permite emocionar e dizer alguns coisas que não costuma expressar, quando reunir a família que não se reúne tanto (mesmo você achando aquilo sacal e perda de tempo, um dia pode ser que você lembre e entenda) e pode ser a data em que você se inspira para escrever pras pessoas da sua vida.no meu caso, todas as opções estão corretas, viva!

pois é, infelizmente, de alguns anos para cá o natal tem, cada vez mais, se tornado uma data menos valorizada. quando digo valorizada é de qualquer forma, não somente por conta do contexto histórico-religioso da data (afinal, nem todos são cristãos, católicos no mundo, né?). mas assim, uma data que tem sido vista como só momento de gastar dinheiro, de alívio por mais um ano cansativo, de comer bem, de comprar presentes porque você 'tem' e não porque você 'quer' dar, menos paciência pra organizar um jantar e chamar as pessoas ao redor da mesa... enfim, sinto que vira uma data apagada, e às vezes até de dizer 'nossa vai ter ceia, né? reunião, né? tem que ir...' acho uma pena.

quero muito acreditar que isso vai passar. se eu pudesse, faria uma ceia de natal para reunir o maior número de amigos possível (de preferência, claro, todos), para dar um abraço em cada um, tirar bilhares de fotos e poder olhar sorrindo depois. vamos ver, quem sabe um dia eu consiga. tem coisas que o dinheiro não compra (que é abrir a porte de ver seus queridos chegando), e para todas as outras, plastic money! :D

bom, natal para mim, além de tudo, também acaba sendo momento de refletir sobre o ano, até porque, estratégicamente ou não, fica situado no fim do ano e, assim como estabelecimentos, podemos fazer nosso 'balanço'. olhar para trás e ver que aquilo que nos magoou nem tinha tanta importância assim, que aquele momento de alegria deveria ter sido registrado, que alguém precisou um pouco mais de atençao e você não deu (mas nunca é tarde, aí vem o milagre da comunicação!), o desejo de que aquele mal entendido passe logo pra você ficar em paz, no que exageramos, no que faltamos, no que foi super, no que passou, enfim, balanço de tudo. que nem tudo foi tão ruim como muitas vezes nos acostumamos a ver (por vivermos numa sociedade que tende à depressão e pessimismo, todo mundo virando hipocondríaco...), que muita coisa podia ter sido melhor e que voltar não dá, mas no futuro já podemos nos preparar e no final ver que é tudo uma questão de equilíbrio. um mar de rosas com certeza será também um mar de espinhos ;)

gente, eu falo demais, sério. feliz natal! que este texto possa inspirar pelo menos um a dizer 'poxa, é mesmo'. eu adoro, quando leio os de vocês eu sempre digo.

ah, muito importante (eu ia esquecer, putz!).agora indo para uma coisa mais pessoal, no natal eu agradeço. agredeço porque sim nós temos saúde ou pelo menos como cuidar dela, porque nós temos amigos, temos teto, comida e roupa, temos trabalho, estudo, enfim, temos oportunidades. oportunidades que muitos não tem. e é por isso a gratidão. se você não credita à Deus, credite a alguém, seus pais, irmãos, amigos. alguéns participaram desse processo que nos toruxe até aqui.vocês fazem parte de mim e MUITO OBRIGADA! por cada um, por todos. nossa, eu não seria nada sem vocês.

espero que eu ainda possa escrever muitas mensagens prolixas de natal para todos e que muitos e muitos anos venham e passem para continuar construindo esse negócio legal que é viver e ter consciência disso (ou não, né? de vez em quando...).

4 Comments:

At December 24, 2006 , Blogger amy said...

ah, comemorando 2 anos de nostalgiaimprovisada.blogspot.com e 3 anos e meio desse negócio de escrever em blog. :)

 
At December 26, 2006 , Blogger Bruno said...

Isso é uma grande verdade. Esse mundão velho de guerra tá virando um campo de máquinas. E olhe lá, essas máquinas não são de ferro e nem têm fios, elas são de carne e osso e sentem fome. O que cultiva o 'humanismo' no ser humano são as coisas orgânicas que só ele pode sentir, criar e expressar.
Natal é tempo de renovação.
beijos!

 
At December 30, 2006 , Blogger Esdras Beleza said...

conforme esperado, o mínimo que posso dizer é "poxa, é mesmo!" :)

que a gente possa agradecer as coisas boas e refletir sobre todo o resto. :D


feliz 2008 pra ti, cocota :)

 
At January 04, 2007 , Blogger beto said...

Gosto de ti pra porra minina!!!

Vamo se ver mais esse ano que vem!!!

beijo!!

 

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

Links to this post:

Create a Link

<< Home